2006/02/07

Revolta. Indignação. Solidariedade.

Porque como português não subscrevo as palavras do ministro dos negócios estrangeiros do meu país, que se arroga o direito de falar em nome de Portugal e dos portugueses, para condenar a liberdade de expressão, o estado de direito democrático no que tem de mais essencial, o modelo civilizacional em que acredito e pelo qual luto, porque sou solidário contra a bárbarie dos que tentam impor as suas ideias pela força das armas, porque sou um ser humano;
publico todos os cartoons que o governo português ostracizou:







~




























2 comentários:

Lady_DeathStrike disse...

Realmente foi indecente a declaraçao do nosso ministro dos negócios estrangeiros. Ele simplesmente banalizou e repudiou todo o esforço ja alcançado em manter os valores ocidentais que tanto presamos.Deixo este comment como forma de solideriedade e igualmente de protesto a semelhante declaração.

BSR disse...

E falar em nome de Portugal e de todos os portugueses!!!
Até onde vamos para acalmar as sucessivas embirrações árabes?